Buscar
  • Lidia Ferreira

Gripe - Como Se Proteger.


No mês de dezembro, o inverno entrou em vigor no Hemisfério Norte. Mesmo que você seja um@ apreciador@ do frio, é muito importante estar preparad@ para evitar alguns perigos decorrentes da estação. Se você é #pai ou #mãe pode compreender as duas perguntas a seguir. Quais são os pais, que ao ver o filho enfermo, não ficam preocupados com os riscos de um agravamento do estado de #saúde? Qual é a mãe, que já perdeu noites inteiras de sono pois teve que cuidar incansavelmente de um@ filh@ doente, enquanto ao mesmo tempo que ainda certificava para que a doença não fosse transmitida para os demais membros da #família?


Segundo o Centro de Prevenção e Controle de Doenças, (CDC); entre 5% à 20% da população nos Estados Unidos adquirem a gripe do tipo #H1N1 por ano. Essa taxa representa mais de 700.000 pessoas que procuram atendimento no setor de emergência por complicações provocadas pela a gripe sazonal [seasonal influenza (flu)]. Infelizmente, mais de 49.000 pessoas morreram por consequência da gripe no #inverno do ano passado. A cada estação, acontece uma mutação do vírus da gripe; que modifica algumas características, podendo agravar: tanto os sintomas, como o tratamento.


Crianças e idosos, além de pessoas que sofrem de doenças crônicas, como: diabete, asma etc... devem manter um cuidado ainda mais rigoroso, pois fazem parte do grupo de risco da forma mais grave da doença. CDC recomenda que todas as pessoas sejam vacinadas todos os anos contra a gripe, principalmente as pessoas do grupo de risco.


Segundo a doutora Anne Schuchat, diretora do CDC, durante uma entrevista a Health News da rede NBC, aconselhou os médicos; para iniciarem o tratamento contra a gripe assim que desconfiarem dos sintomas apresentados por um paciente. Doutora Anne ainda explica que ao iniciar o tratamento quanto a gripe, antes mesmo do resultado do exame, poderia evitar o agravamento da doença.


Alguns cientistas acreditam que a uma característica da estrutura do tamanho do cromossomo ajuda a proteger o DNA, proporcionando assim uma maior proteção contra determinadas doenças, como a gripe e os resfriados.


Um estudo realizado pelo o departamento da (*) NeuroImmunology da Universidade de Ottawa, concluiu que os sintomas da gripe se manifestam nos homens de forma mais intensa do que nas mulheres. O estudo, que foi publicado pela a BMF (British Medical Journal) em 2017, afirma que a imunidade do homem é mais fraca, ou seria melhor dizer, mais sensível do que o da mulher. A sensibilidade do sistema imunológico masculino é responsável para , principalmente, pela a dificuldade de reação das vias respiratórias. Essa descoberta inclusive explica porque a gripe mata mais homens do que mulheres. Essa afirmação também pode justificar a forma “exagerada” dos homens quando pegam um simples resfriado. O estudo, conclui que os homens em sua grande maioria; quando estão gripados; não estão: com frescuras, dengo, charme e etc...


Não devemos acreditar em tudo que lemos na internet! Mas enquanto não surge outra publicação de um novo estudo que possa confirmar ou desmentir a afirmação do estudo citado acima, o importante mesmo é saber quais são os sintomas da #Influenza e principalmente da necessidade de receber a dose da vacina contra a gripe.


Algumas informações sobre a gripe H1N1


1. Quanto tempo pode durar o período de transmissão da gripe?

Em adultos a transmissão pode durar até 7 dias, enquanto nas crianças esse período pode chegar a 14 dias.


2. O que é a gripe H1N1?

O H1N1 é uma mutação do vírus da #gripe, porém com complicações muito mais graves do que a gripe mais comum.


3. Como é possível se proteger da gripe?

Lavar bem as mãos sempre antes de tocar tanto os olhos quanto a boca.


4. Quais são os sintomas da gripe?

Alguns dos sintomas da gripe são: febre, tosse, dor de garganta, dor muscular, fraqueza, congestão nasal, falta de ar.


Algumas informações sobre a vacina contra a gripe H1N1/Influenza.


A. A vacina contra a gripe é segura?

Sim. Ao longo dos últimos 50 anos, a vacina contra a gripe tem demonstrado não só a sua eficácia mais também sua segurança.


B. Qual é o principal motivo de se vacinar contra a gripe?

A #vacina contra a gripe é a melhor forma de evitar gripe como também a propagação da doença através da transmissão.


C. A vacina da gripe pode causar gripe?

Não. A vacina contra a gripe contêm uma forma inativada do vírus.


D. A vacina contra a gripe pode causar efeitos colaterais?

Como qualquer outro medicamento, a vacina contra a gripe também pode causar efeitos colaterais. Os efeitos mais comuns da vacina contra a gripe são: dor, vermelhidão, inchaço no local onde a vacina foi aplicada, além de febre e náuseas. Porém em casos raros, algumas pessoas podem desenvolver graves efeitos colaterais como: dificuldade para respirar, inchaço em volta dos olhos ou dos lábios, rouquidão, aceleração dos batimentos cardíacos, fraqueza, além de outros efeitos. Comunique um médico assim que surgir o primeiro sinal de efeito colateral da vacina. Porém se houver a persistência dos efeitos colaterais, procure a emergência de um hospital mais perto imediatamente, ou em casos mais graves, ligue para o serviço de emergência.


Caso você ainda esteja na dúvida de deve ou não se vacinar contra a Influenza (Flu), consulte o seu médico o quanto antes. Além de pode estar mais protegid@ você também pode estar evitando perder dias de trabalho e também de poder estar garantindo uma melhor qualidade de vida. Cuide-se.


(*) NeuroImmunology - é o campo da ciência que combina o estudo da neurociência e o estudo do sistema imunológico.

Baseado do recurso disponível no website da: Center for Disease Control and Prevention, National Center for Immunization and Respiratory Diseases (NCIRD)


3 visualizações
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

@2018 Copyright Plataforma Digital Feminina