• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

@2018 Copyright Plataforma Digital Feminina

Buscar
  • Lidia Ferreira

Mentes Perigosas - Quando o Perigo Mora Ao Lado.

















A indústria cinematográfica, os jornais e programas que fazem cobertura de crimes hediondos estão repletos de casos criminais cometidos por pessoas que apresentam algumas características em comum, a falta de empatia e sensibilidade para com o próximo.

Crimes ocorridos recentemente; tanto no Brasil quanto no mundo; geralmente repercutem facilmente despertando a curiosidade da maioria da população. Sim, a maioria da população mundial demonstram consciência e respeito não só por pessoas mas também pelos animais. No entanto uma outra parcela alguns indivíduos podem ser extremamentes cativantes e atraentes levando suas vítimas a se tornarem presas fáceis. Essas são somente algumas das características de pessoas muito perigosas que foram de 1 à 3% da população mundial. Isso equivale a mais de 70 milhões de pessoas, entre homens e mulheres que fazem de suas maldades um motivo a mais para prejudicar todos que os cercam.


Os psicopatas, que também são conhecidos como #sociopatas, convivem conosco em todas as esferas dos nossos relacionamentos mas dificilmente nos damos conta disso. A falta de conhecimento sobre o assunto leva a muita distorção sobre a realidade do que é conviver com alguém que não se importa com os sentimentos dos outros e manipula como ninguém para conquistar tudo o que deseja.

Recentemente um caso que chamou a atenção dos brasileiros foi o crime que ocorreu em São Bernardo, São Paulo quando Ana Flávia Gonçalves, tramou e participou do assassinato dos próprios pais Flaviana, de 40 anos, de Romuyuki, de 43 anos, e do filho mais novo do casal, Juan Gonçalves. Segundo a investigação, depois de render o pai e irmão, Flaviana, junto com a namorada, um primo e dois comparsas sequestraram a mãe que assistiu a frieza de sua própria filha ordenar a morte e acabar carbonizada dentro de um carro em uma estrada deserta. Esse crime ainda aguarda muitas respostas e não se sabe ainda quando que serão concluídas as investigações. Apesar desse ser um exemplo assustador de uma mente doentia que não mede esforços para conseguir o que deseja, os #psicopatas não medem esforços para conquistar o que eles tem em mente e com isso eles podem sim ir às últimas consequências. Mas é um equívoco acreditar que psicopata é somente aquele matador em série ou que comete crimes com total frieza como vemos nos filmes mais conhecidos sobre o tema como: O Silêncio dos Inocentes (The Silence of the Lambs, 1991), Hanibal (#Hannibal, 2001) ou Precisamos Falar Sobre o Kevin (We need to talk about Kevin, 2011). A maioria dos psicopatas não matam em série, não estupram suas vítimas ou são atiradores como o personagem Kevin. Mas todos destroem relacionamentos, enganam e trapaceiam sempre de forma egoísta e muito bem calculada.


Mentes Perigosas

A psiquiatra escritora e palestrante, Dra. Ana Beatriz Barbosa ficou popularmente conhecida no Brasil com o livro Mentes Perigosas que retrata de forma brilhante o perfil frio e calculista do psicopata além de esclarecer vários pontos importantes sobre a personalidade sombria e até o tanto quanto curiosa. Segundo Dra. Ana Beatriz, para entender a mente do psicopata devemos avaliar se essa pessoa não tem empatia pelo o outro e não demonstra afeto amor por ninguém. O psicopata é incapaz de se colocar no lugar do próximo, de pensar no coletivo ou de ter sentimentos genuínos. O psicopata não consegue amar alguém, mas ele tem poder de fingir e de manipular a sua vítima ao ponto de que esta acredite que é a pessoa mais amada e especial do mundo, até que ela se ver acorrentada aos galanteios e atitudes fora do padrão comum comparado as demais pessoas. O interesse único do psicopata ao se relacionar com uma outra pessoa é obter prazer, status, poder, prazer e diversão. Para o psicopata uma pessoa é somente um veículo para ser usada por ele para o seu propósito de vida.


Entendendo então as principais características da personalidade psicopata.


1. Incapacidade de sentir culpa ou remorso - como não possui sentimentos ou #empatia pelo o próximo, o psicopata sabe muito bem fingir mais jamais demonstra remorso de forma verdadeira e geralmente culpa a vítima pelo os seus próprios erros.


2. Mentiroso patológico - a mentira é algo corriqueiro e comum no dia a dia do psicopata. Não tem problema de fazer promessas ou de inventar histórias mirabolantes para justificar ou conquistar a sua próxima vítima. Geralmente, mesmo quando é pego mentindo consegue escapar com o seu poder de persuasão impressionante.


3. Desrespeito com as leis e autoridades - normalmente desde de muito cedo, os psicopatas demonstram a dificuldade de aceitar os regulamentos e autoridades cometendo aqui e ali vários deslizes durante toda a #vida. São #adolescentes que cometem pequenos furtos mesmo sem necessidade aparente, somente pelo o prazer. São políticos que cometem desfalques monstruosos da verba destinada compra de medicamentos ou para construção de hospitais em uma região carente. A irresponsabilidade também convive muito bem com pessoas com essa característica, não possuem compromisso de longo prazo com ninguém, e não se sentem responsáveis de manter a palavra feita mesmo na frente de várias pessoas.


4. Necessidade constante de viver em perigo - como não tem receio de serem pegos ou de sofrerem consequências das suas escolhas, pessoas com esse perfil de personalidade buscam viver com a #adrenalina a flor da pele não se importando se estão dirigindo em alta velocidade principalmente se desconfiarem que com isso podem estar colocando a vida de outras pessoas em risco. A #impulsividade é um impulsor bastante comum do comportamento do psicopata.


5. Possuem um poder de persuasão inacreditável - a capacidade de #manipular é acentuada com a condição de usar bem as palavras. Normalmente os psicopatas demonstram serem pessoas muito inteligentes e conhecedores de vários assuntos. Como eles estudam bem as suas vítimas antes de atacar, é comum que tudo que foi compartilhado durante o início do #relacionamento é usado pelo o psicopata para conquistar o seu objetivo principal.


6. São conhecidos como “amantes perfeitos” - muitas #vítimas declararam que jamais tiveram uma relação sexual tão intensa e avassaladora como a com aquele ao qual de forma quase trágica descobriu que estava sendo usada e não amada. É engano acreditar que tanto as promessas, quanto os elogios e até mesmo as atitudes do psicopata são verdadeiras. É sempre um jogo para destruir a vítima que geralmente se inicia com a conquista, deixando sempre a pessoa impressionada com tanto: interesse, desejo, habilidade e urgência para fazer o que quer. Lembrando que o psicopata é incapaz de ter sentimento por alguém, ele utiliza o sexo para satisfazer as suas próprias vontades que normalmente é manifestado com uma relação mais agressiva e intensa. No entanto quando este consegue o que quer despreza a mesma pessoa que a cinco minutos estava fazendo “declarações de amor eterno”.


Como se proteger

O filme Dormindo com o Inimigo (#SleepingWithTheEnemy, 1991) é um outro exemplo de um relacionamento abusivo sofrido pela a esposa (Julia Robert) pelo o marido o empresário bem sucedido que cobrava que a casa estivesse sempre impecável caso o contrário ela poderia sofrer consequências gravíssimas. Mas quando os dois se conheceram ele era um homem encantador e muito sedutor. No filme a esposa consegue escapar através de um plano muito arriscado porém acaba sendo descoberta e sofre perseguição do esposo mesmo anos depois. Esse é um exemplo que demonstra todos os aspectos da violência doméstica, mas nem todo o psicopata espanca, e comete #feminicídio. Mesmo assim conhecer a #personalidade psicopata e estar atenta aos sinais de perigo, pode evitar muito sofrimento.


Sabendo que milhares de pessoas tem as finanças destruídas ou às vezes a reputação é colocada a prova por causa de falsas calúnias e acusações infundadas, como você pode se proteger para evitar de se tornar uma vítima?


a) Mantenha o cuidado com a sua autoestima - mesmo que você saiba que está vivendo uma fase difícil emocional, seja por uma perda ou por dificuldade de acreditar no seu potencial, não permita que as pessoas destruam ou manipulem seus valores e interesses. Pessoas com baixa estima são presas certas para os perversos.


b) Não confie tanto assim - cuidado para não compartilhar sua #intimidade com alguém que você acabou de conhecer. Se for um relacionamento amoroso, não aceite fazer fotos ou vídeos íntimos que podem acabar em mãos erradas. Não compartilhe senha ou sua vida financeira com alguém que você desconhece o passado.


c) Generosidade tem limite - Devemos ser generosas, isso é uma #virtude, mas cuidado para que pessoas não se aproveitem de você por causa do seu coração bondoso que não mede esforços para ajudar a quem estar precisando. Antes de fazer aquele empréstimo, certifique-se que existe alguma garantia de poder receber de volta e jamais confie somente na palavra de alguém que já desrespeitou um compromisso feito com alguém antes.


d) Conheça profundamente o passado antes de se envolver - procure saber com quem essa pessoa se relaciona, quem é o grupo de amizade e até mesmo a família. Perceba se esse possui uma boa convivência com os pais, irmãos e etc... Se esse não possui uma boa relação com todos os familiares certamente existe algo de muito errado, fique atenta.


e) Procure ajuda profissional ou denuncie se você souber que está vivendo um relacionamento abusivo que possa estar colocando sua vida em risco.

Finalizando, lembre-se que a #psicopatia não é uma doença e sim um desvio de #caráter. O psicopata não tem recuperação pois não possuem consciência e são incapazes de #amar ou até mesmo de gostar de alguém. Por isso, esteja atenta e se #proteja.

0 visualização