Buscar
  • Lidia Ferreira

Rótulos dos Alimentos - Aprenda a Reconhecer o que Está Comendo.


Todos os dias consumimos alimentos que em sua grande maioria são industrializados. Seja um pacote de arroz ou uma caixa de cereal, todos os alimentos industrializados; por normas de cada país; devem receber um rótulo com as especificações de todo o conteúdo e o prazo de validade. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitárias (Anvisa), 70% dos brasileiros afirmam ter o hábito de consultar os rótulos dos alimentos na hora fazer as compras. Porém menos da metade declaram que realmente entendem as informações que estão contidas no rótulo.


Para identificar qual é o seu perfil como consumidora, responda sim ou não para perguntas abaixo:

1. Ao ler o rótulo de um alimento, você:

2. É especialista em ler os rótulos dos #alimentos?

3. A informação mais importante do rótulo é a quantidade de calorias?

4. Você sabe calcular a quantidade de cada conteúdo relacionadas a porção?

5. Você sabe a diferença entre gordura saturada, gordura trans?

6. Você sabe o que significa o símbolo %VD?


Se você respondeu não para três ou mais das perguntas acima, significa que: como a maioria das pessoas; seu perfil de consumidor demonstra a falta de conhecimento claro quanto ao valor nutricional apresentado nas embalagens dos alimentos.


No último dia 26 participei do painel sobre saúde mental do evento Desafio Peso Ideal da Associação de Mulheres Empreendedora (#AME). Gostaria de aproveitar para agradecer a AME pela a oportunidade de divulgar o livro de minha autoria, Superando Um Passado Violento. Durante o evento; que tem o objetivo de informar às mulheres sobre hábitos alimentares saudáveis; alguns profissionais e especialistas compartilharam suas experiências e conhecimento sobre o assunto. Um tema que mais me chamou a atenção, foi sobre como ler os rótulos dos alimentos.


Porque é tão importante saber ler os rótulos dos alimentos para que possamos garantir uma alimentação mais saudável?


O rótulo serve para finalidades diferentes, como: identificar, chamar a atenção, além de informar. Ao ver uma embalagem de pão em uma prateleira do supermercado; por exemplo, é fácil identificar qual é o alimento. As cores da embalagem são elaboradas para atrair a atenção do consumidor, enquanto as informações são para determinar principalmente o conteúdo de todos os nutrientes que compõem o alimento. Porém algumas informações, assim como o valor nutricional dos alimentos são obrigatórias.


Nos Estados Unidos, o Food and Drug Administration (FDA ou USFDA) é uma Agência Federal do Departamento de Saúde e Serviço Humano. #FDA é responsável, tanto pela a regulamentação, quanto a fiscalização dos alimentos, com exceção de alguns tipos de carne, aves e produtos que são derivados do ovo que fica sobre responsabilidade do departamento de #Agricultura. De acordo com cada regulamentação, determina-se como aquele alimento deve ser: produzido, embalado, distribuído e vendido até chegar a mesa do consumidor. No entanto, não existe de forma geral, uma obrigatoriedade quanto a clareza das informações contidas nas embalagens dos alimentos industrializados. Ao menos que você seja uma especialista sobre o assunto, compreender todas as informações que estão no rótulo pode ser bastante complicado.


Por diversos motivos, saber identificar o que contém em cada alimento, pode ser fundamental; principalmente quanto ao que se refere à #saúde das pessoas que possuem algum tipo de alergia à determinados alimentos. Um exemplo dessa importância, pode ser: uma criança que tem alergia ao amendoim, que ao ingerir; corre até mesmo; o risco de morte provocada por choque #anafilático. Nesse caso, mesmo a manipulação; tanto quanto: o processo de produção e embalagem, mas também quanto o preparo desses alimentos; pode ser vital para as pessoas que sofrem de alguma alergia alimentar grave.


Pessoas que sofrem de diabetes também podem correr riscos à saúde, assim como as pessoas que sofrem de #celíaca, uma doença autoimune que provoca reação ao glúten.


Já para quem necessita controlar o peso, os cuidados com a quantidade de calorias de cada porção deve ser observada de forma a não cometer um erro muito comum, não saber calcular a quantidade dos principais ingredientes que influenciam no aumento do #peso, como: os carboidratos e os açúcares.


Aprendendo a ler rótulos de alimentos para garantir uma alimentação equilibrada e saudável.


No rótulo, as informações aparecem de forma decrescente, isso significa que os itens que aparecem no início da lista estão relacionados os ingredientes em maior quantidade do que os demais.


Alguns itens de referência do #rótulo de alimentos são obrigatórios, como: valor energético (calorias), sódio, carboidratos, fibras além de gorduras: totais, trans e saturadas.


Outra informação importante é a porção - é a quantidade ideal para consumo por refeição.

Valor energético ou valor calórico - é a quantidade de energia fornecida ao organismo para manter as funções básicas.


Sódio - o famoso sal de cozinha é o ingrediente mais popular e talvez o maior inimigo da saúde se for ingerido em excesso. Doenças cardiovasculares podem estar relacionadas de altas quantidades diárias de sal durante as refeições. No entanto, alimentos industrializados podem conter alta quantidade de sódio.


Carboidrato - também é responsável em fornecer energia ao organismo. Apesar do pão e alimentos feitos a base de farinha de trigo serem os produtos mais conhecidos, devemos ter cuidado com diversos outros alimentos que contêm #carboridrato na sua composição.


%VD (Percentual de Valores Diários) - sigla que representa o valor em relação a uma dieta de 2000 Kcal referente a todos os itens do rótulo.


Proteína - principal responsável pela a construção dos #músculos. Os alimentos mais ricos em proteínas são: carne, peixe, ovo, leite, queijo, iogurte. Além de alguns vegetais como: feijão, ervilha e soja que também são alimentos que contém boa fonte de proteína.


Fibras - auxilia no equilíbrio da absorção do colesterol no sangue, podendo diminuir a quantidade do #LDL (mau colesterol). A fibra contribui também, para o melhor funcionamento da função intestinal facilitando a digestão, reduzindo o risco de câncer no intestino.


Gorduras totais - indica todas as gorduras contidas no alimento tanto de origem animal quanto vegetal.


Gorduras trans - encontrada nos alimentos industrializados, a gordura trans se consumida em grande quantidade pode provocar doenças cardiovasculares. A gordura trans é inimiga da saúde.


Gorduras saturadas - gordura de fonte animal e pode ser tão perigosa quanto a gordura trans se usada em excesso.


Orgânicos - os alimentos orgânicos são aqueles produzidos de forma natural, sem a utilização de agrotóxicos ou adubos químicos. Antes de comprar um alimento com um rótulo de orgânico, certifique-se a sua origem para não levar gato por lebre.


Uma armadilha pouco conhecida com clareza, é quando encontramos duas palavras que parecem inofensivas light e diet. Os alimentos considerados “LIGHT”, são alimentos que receberam uma redução de determinado nutriente em relação ao padrão. Já os alimentos “DIET” são alimentos que um nutriente foi retirado do alimento, mas não necessariamente o açúcar. É importante saber que ao diminuir ou retirar um nutriente do alimento, normalmente o que acontece nesse processo essa substituição por outro componente que não significa que esse alimento seja mais benéfico à saúde.


Além dos principais componentes do rótulo, existem vários outros ingredientes que podem estar escondidos nas minúsculas letras que aparecem no final da embalagem. Essa foi outra informação muito interessante que recebi durante o evento do Desafio Peso Ideal foi, quanto mais palavras desconhecidas você encontrar no rótulo, mais cuidado você deve ter antes de comprar esse alimento. Ao contrário de um alimento em natura, como uma maçã por exemplo. É muito simples identificar uma maçã, ao contrário de uma caixa de cereal ou biscoito com sabor de maçã. Por isso, para manter uma alimentação equilibrada e uma melhor garantia de uma vida saudável, prefira alimentos naturais como: as frutas, legumes e verduras frescas. Aprenda a se informar melhor sobre todos os alimentos que você consome e cuidado com o rótulo, pois pode ser uma verdadeira armadilha para a sua saúde.

6 visualizações
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

@2018 Copyright Plataforma Digital Feminina