Buscar
  • Lidia Ferreira

Resiliência - A Capacidade de Superar e Aprender Com os Desafios.




O conceito sobre a resiliência tem como origem da Física que determina como sendo característica de um material que mantém a condição de voltar ao estado normal; mesmo depois de ser submetido ao acúmulo de energia ou pressão; sem sofrer rupturas ou danos permanentes. Um bom exemplo de #resiliência são os trilhos do trem. Para aguentar o peso e a pressão causada pelo o trem, dia após dia, ano após ano, o trilho sofre uma transformação em que a superfície fica mais dura enquanto a parte interna fica mais macia, para contrabalançar com impacto recebido durante a passagem do trem. Caso o contrário, se todo o trilho permanecesse rígido, não suportaria: tanto o impacto, assim como o peso do trem, o que causaria o rompimento.


A Associação Americana de Psicologia afirma que, resiliência é saber adaptar-se: as adversidades, os traumas ou tragédias. A resiliência é a capacidade humana; não só de superar as dificuldades; mas também de poder transformá-las em oportunidade de aprendizado. Assim como os materiais resilientes, como por exemplo o metal, o ser humano possui habilidades de passar por transformações quando está enfrentando um impacto externo de maneira a ter condições de recuperação e superação depois do momento de tensão. Essa condição é o que chamamos de resiliência, que produz em nós o amadurecimento quando aprendemos nos momentos de crise. Ser resiliente é aprender com os desafios. Então, ao contrário do metal; a pessoa resiliente não retorna ao seu estado anterior após passar por uma experiência adversa, mas se torna um indivíduo ainda mais forte e mais preparado do que antes.


Existe diferença entre resiliência e resistência. A resistência é a característica de persistir. Um bom exemplo de pessoas resistentes são os atletas, que treinam muitas horas se preparando para uma competição. Já as pessoas resilientes vão além, pois se fortalecem ao aprenderem a superar os obstáculos.


Algumas características de pessoas resilientes são: tem facilidade de admitir e aprender com seus próprios erros, tem facilidade de encontrar alternativas quando necessitam resolver problemas, possuem autoestima elevada, demonstram controle das próprias emoções, são flexíveis, possuem facilidade de se relacionar com outras pessoas, possuem um forte conhecimento de si mesma.


Podemos encontrar alguns exemplos reais de pessoas resilientes, como por exemplo: imigrantes, refugiados, atletas com deficiência física, órfãos e outros que experimentaram circunstâncias tais como: divórcio, a perda de um parente ou cônjuge, violência, desemprego.


A cantora Jennifer Hudson; finalista do o concurso American Idol em 2004; diz que aprendeu a perdoar depois de ter perdido: a irmã, o sobrinho e a mãe que foram assassinados a tiros pelo o ex-cunhado. Para homenagear o sobrinho, Jennifer criou a fundação Julian D. King Gift que tem como objetivo fortalecer e apoiar crianças. Após a tragédia sofrida por Jennifer, a cantora se afastou dos palcos por um ano e retornou a se apresentar em grande estilo, durante o final do campeonato de football Americano; o Superbowl. Jennifer, entre outros prêmios e conquistas, recebeu Grammy duas vezes.


O exemplo de Jennifer Hudson; que é afrodescendente; demonstra que é possível não permitir que o trauma destrua os sonhos e que transformou a dor da perda em uma ferramenta de oportunidade para transformar vidas de outras crianças.


Você se considera uma pessoa resiliente?

Para avaliar se você possui características de uma pessoa resiliente, faça o teste abaixo respondendo da seguinte maneira: 1 para raramente, 2 para frequentemente, 3 quase sempre.

1. Em momento de estresse intenso, eu tenho condições de manter a calma.

2. Costumo desprezar as pessoas que não tem importância no meu ciclo de

relacionamento.

3. Valorizo datas comemorativas com aniversário, Natal, etc..

4. Costumo avaliar bem a situação antes de tomar uma decisão.

5. Faço críticas veementes quando as coisas não acontecem como gostaria.

6. Quando me deparo com obstáculos, uso a criatividade para superar.

Tenho confiança em mim mesma.

7. Acredito que tenho total controle das minhas escolhas e por isso rejeito o papel de vítima.

8. Mesmo quando estou enfrentando momentos difíceis, evito o isolamento.

9. Sou extremamente firme aos meus conceitos, e dificilmente estou disposta a ouvir a opinião dos outros.

10. Tenho objetivos bem definidos, procuro planejar o futuro.

Preciso aprender a perdoar as pessoas que me decepcionaram.


Depois de responder some os numeros correspondentes a cada frase.

Resultado:


12 a 18 - É necessário que você faça uma reflexão sobre: o que realmente acredita como indivíduo, quais são suas prioridades, como aprimorar a visão que tem de si mesma. Para que você possa ser uma pessoa resiliente, seja mais flexível e identifique o que está faltando para acreditar mais na capacidade de se relacionar com outras pessoas.


19 a 25 - Você é uma pessoa que demonstra ser autoconfiante. Procure estar atenta aos seus objetivos e a valorizar as críticas construtivas.


26 - 36 - Definitivamente você tem várias características de uma pessoa resiliente. Suas experiências ajudaram a transformar a percepção que você tem sobre a vida. Dificilmente você se dobra em frente as adversidades e possui facilidade de encorajar outras pessoas em momentos de dificuldades.


Como as pessoas aprendem a se tornarem resilientes.

Algumas pessoas são naturalmente mais resilientes do que outras, porem é possivel desenvolver a resiliência.


Quando o autoconceito; ou seja; quem você é está bem estabelecido, é possível diferenciar a situação momentânea; seja essa: uma perda repentina, um trauma, uma mudança inesperada ou até mesmo uma grande decepção sem permitir que a sua essência sofra uma transformação. Ao saber quem você é realmente, o sofrimento é encarado como algo temporário que faz parte da vida.


Pessoas resilientes são otimistas e possuem facilidade de aprenderem com os erros e recusam o papel de vítimas.


Fatores que contribuem para uma maior capacidade de ser resiliente.


Todos os dias temos uma nova oportunidade de fazermos escolhas. Quando escolhemos; de forma positiva; o crescimento pessoal, passamos a vida por vários ângulos. Essa visão panorâmica aumenta a possibilidade de enxergarmos caminhos alternativos e com isso passamos a ter mais segurança nas nossas decisões. Para ajudar veja 10 maneiras de como desenvolver resiliência.


I - Prioridades - Faça uma lista das suas prioridades em ordem de importância. Depois identifique se você estabeleceu a ordem porque estão relacionados aos aos seus objetivos pessoais ou são o que as pessoas esperam de você realize.


II - Seja realista - Isso não impede que você possa conquistar seus sonhos. Quando você transforma seus sonhos em planos, sua realidade também sofre uma transformação. Ser realista é saber como e com quem você pode contar.


III - Aprenda a identificar a causa dos problemas - ao invés de focar no problema, saber identificar a causa pode ser fundamental para solucionar ou evitar que o problema venha se repetir.


IV - Confie em suas capacidades - Seja mais positiva ao encarar novos desafios. Se você tem condições de aprender com o passado, acredite na sua determinação para aprender.


V - Controle as emoções - o amadurecimento está muito mais na maneira de como você reage as circunstâncias adversas do que como o resultado se apresenta para você. Mantenha a calma quando estiver enfrentando obstáculos, lembre-se de que a sua visão é chegar no seu objetivo final. Está emocionalmente preparado para as dificuldades da vida contribui para fortalecer a sua resiliência.


VI - Seja o seu melhor motivador - mantenha o seu olhar para o resultado esperado. Mantenha em mente o que te motiva a prosseguir em seus objetivos. Somente você sabe a importância de conquistar seus sonhos.


VII - Aprenda a recomeçar - Todas as pessoas bem sucedidas possuem uma lista de fracassos. O que difere as pessoas bem sucedidas das fracassadas basicamente é que as bem sucedidas não se deixaram abater depois de um fracasso, quanto as que se julgam fracassadas desistiram antes do fim.


VIII - Esteja atenta as suas necessidades - mantenha o cuidado com a sua saúde mental e física. Uma mente fortalecida possui mais condições de enfrentar os problemas sem danificar o conceito que possui de si mesma.


IX - Aprenda com o passado - mesmo que o seu passado não seja o mais agradável, tudo que você enfrentou até aqui ajudou a construir o seu caráter e a colaborar para alcançar os seus objetivos. Aprenda a fechar um ciclo para viver intensamente o momento e assim poder enxergar a luz que vem além do túnel.


X - Viva o para que e deixe o porque para os outros - Ao invés de viver perguntando porque comigo, pergunte para que serve esse aprendizado? Passe a perguntar algo como: como posso contribuir com o próximo? De que maneira é possível superar as minhas limitações? Até que ponto estou disposta a me dedicar para alcançar o que desejo?

Concluindo, seja flexível e mais tolerante com você. Não espere que ninguém seja mais capaz de realizar algo grandioso na sua vida do que você mesma. Creia que você tem condições de superar e aprender com os #desafios da vida. Comece hoje a fortalecer a sua resiliência.

0 visualização
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

@2018 Copyright Plataforma Digital Feminina