Buscar
  • Lidia Ferreira

Socorro, Preciso de Ajuda!




Você já se encontrou em uma situação em

que reconheceu em alguém do seu convívio estava demonstrando um comportamento fora de controle? Em algum momento você já ficou sem saber como ajudar alguém que demonstrava claramente que estava completamente perdida e desesperançosa, ou lamentou em não por não ter tido a oportunidade de orientar essa pessoa a procurar um especialista? Caso tenha respondido sim, você não está sozinh@, comigo isso também já aconteceu várias vezes.


Normalmente pessoas que estão enfrentando dificuldades emocionais, não se sentem confortáveis para pedir #ajuda, principalmente porque possuem receio de serem julgadas ou mal compreendidas. O que fazer então para ajudar alguém a encontrar #apoio e assistência necessária, sem ferir os sentimentos dessa pessoa e ao mesmo tempo, podendo até evitar que o problema se desenvolva para um quadro mais grave?


Para falar sobre esse #tema, essa semana eu conversei com Danuza Aquino M. eD LMFT, BHS, que é #Psicoterapeuta e possui especialização em medicina #holística. A medicina holística é conhecida em oferecer alternativas de tratamentos naturais, sempre levando em conta os diversos aspectos da vida do ser humano, como: os fatores físicos, sociais, psicológicos e espirituais. A medicina holística procura analisar todos os aspectos para identificar e tratar doenças sempre propondo formas de tratamento menos invasivas, que agridam menos o organismo do paciente. Danuza, que trabalha principalmente oferecendo #oportunidades de uma linha de tratamento natural, destacou a importância do autoconhecimento. Quando o organismo de uma pessoa entra em desequilíbrio, surgem possibilidades de ocorrer diversas doenças, e até mesmo às dores, que podem ser caracterizadas como uma forma do organismo manifestar um desequilíbrio e a necessidade de atentar para um cuidado específico. É necessário que como primeiro passo, a pessoa possa identificar; não somente o seu próprio estilo de vida; mas também; desenvolver um #autoconhecimento mais profundo para saber que tipo de abordagem poderá contribuir para uma retomada do equilíbrio.


Segundo Danuza, além da falta de um autoconhecimento, uma das principais barreiras para a demora em buscar um tratamento especializado, é o estigma. Estigma é algo bastante grave quando se trata de doenças mentais, porque não existe um exame simples para detectar o problema; como por exemplo, quando alguém faz um exame de sangue para saber se está com diabetes.


O #diagnóstico é feito com vários testes e vários encontros com especialistas para saber se o grupo de sintomas que essa pessoa está apresentando para que seja apresentado um diagnóstico. Para chegar a uma conclusão, pode ser muito difícil; porque primeiro é necessário identificar se o grupo de sintomas indica se essa pessoa está enfrentando é somente uma tristeza passageira, por exemplo. Nesse caso, a própria pessoa pode ter condições de lidar com a tristeza, independe de fazer #tratamento, se livrando assim do que a entristecia. Mas no caso em que esse grupo de sintomas são severos o suficiente e permanece de forma contínua ao ponto de limitar essa pessoa de suas atividades diárias, essa pessoa dificilmente tem condições de superar sozinha sem a ajuda de um especialista capacitado.


Caso essa seja a realidade, provavelmente essa pessoa necessita de fazer tratamento sistematizado, onde, ao mesmo tempo que ela vai poder exercer a sua própria voz, porém o profissional vai trazer às informações necessárias que essa pessoa não possui ainda.

Quando os sintomas demonstram que o desequilíbrio já perdura por mais tempo, como por exemplo os sintomas da depressão; e que estão atingindo os níveis #hormonais do cérebro, ela não vai conseguir por si só, mesmo fazendo coisas positivas, sair dessa depressão sem um apoio especializado. Nesse caso então, essa pessoa necessita de algum tipo de intervenção: com medicamentos ou com remédios naturais para que se possa equilibrar esses químicos no cérebro.


Mas é sempre importante ressaltar que as possibilidades de ajuda profissional, seja explicada para a pessoa com necessidade, de forma carinhosa e dizer para a pessoa que existe soluções e que é possível buscar ajuda.

Infelizmente, muitas pessoas demonstram desconfiar a eficácia da terapia, provavelmente por falta de informação ou por uma experiência negativa do passado. Mas se você sabe de alguém que está sofrendo e ainda não possui um apoio necessário para solucionar a questão, como abordar a necessidade de buscar um especialista, principalmente se essa pessoa demonstra resistência para receber esse tipo de ajuda?


Hoje em dia, existem vários profissionais de saúde mental, que oferecem tratamentos com estilos mais dinâmicos, assim como as opções com estilo holísticos (naturais). Lembrando que, a medicina holística ver a pessoa como um todo, inclusive dando um retorno, com orientações, dever de casa, por exemplo. Existem terapeutas que oferecem opções de terapia mais sugestiva que falam sobre soluções, que é conhecido como “solutions focused”, que é o foco Cada indivíduo possui um estilo que está relacionado com a personalidade e por isso, é necessário que essa pessoa busque um especialista que ofereça opções que estejam de acordo com a sua característica pessoal, para estabelecer um tratamento específico para o sucesso do resultado esperado.


Nenhuma terapia é ruim, afirma Danuza, nenhum terapeuta está fazendo algo errado, simplesmente cada terapeuta tem o seu estilo que está baseado em sua linha de estudo. Então a pessoa que vai buscar deve identificar que se o que está sendo oferecido pelo o profissional está de acordo com o seu próprio estilo, em outras palavras se haver com ela. Essa escolha está também relacionada ao auto conhecimento.


Um dos benefícios para quem tem a oportunidade de fazer terapia, é poder se conhecer melhor e isso a torna ainda mais interessada em aprofundar esse conhecimento com o objetivo de melhorar o seu equilíbrio interior.

No caso de quem prefere buscar ajuda de um líder religioso, por exemplo, ao invés de um profissional, a princípio pode ser bastante benéfico, principalmente se existe um #relacionamento de confiança e de #confidencialidade. O importante é que essa pessoa não deixe de procurar ajuda para identificar o que melhor se encaixa com as suas necessidades.

Danuza completa resumindo em três pontos importantes baseados no estilo da medicina holística.

Como a medicina holística aborda:


1 - Dor - A dor é um sinal que seu organismo está te avisando que alguma coisa desequilibrada, está acontecendo com o seu corpo. O sistema nervoso está programado para te informar que a dor algo de errado está acontecendo. Então é necessário descobrir o motivo desse desequilíbrio. Como por exemplo: se você está com uma dor na coluna, a primeira coisa a fazer é buscar entender o qual é a causa.


2 - Soluções naturais - Buscar soluções naturais, passando a implementar fazer #mudanças que deverão ser para o resto da vida. Como por exemplo a mudança de alimentação. A medicina já reconhece que a maioria das doenças e dores são causadas pela a inflamação do organismo. Para isso é fundamental cortar alimentos que são causadores de inflamação, como: açúcares, refrigerantes, alimentos processados que podem inclusive causar cânceres. É preciso fazer uma mudança de #consciência em relação ao que colocamos dentro do nosso organismo. Corte Precisamos pensar como fortalecer a nossa musculatura, a estrutura, a flexibilidade do corpo. Usar forma natural na medida do possível

Profissional da área de saúde mental - Quando existe a necessidade de procurar um tratamento com um profissional, procure manter um #diálogo que colabore na identificação do tratamento adequado, dentro do estilo que combine com você . Caso seja a medicina tradicional, procure utilizar as ferramentas disponíveis, sempre buscando uma segunda opinião médica para se certificar que você estará recebendo o tratamento ideal para cada tipo de problema. A decisão de qual caminho a seguir deve ser feito conscientemente.

Para concluir se você está percebendo que alguém está precisando de ajuda, carinhosamente sugira buscar uma orientação de um profissional, sempre demonstrando apoio e interesse em ajudar. @plataformadigitalfeminina #plataformadigitalfeminina

3 visualizações
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

@2018 Copyright Plataforma Digital Feminina